Este relatório visa mostrar que os países da iniciativa de parceria SSTC-ADFS podem se beneficiar do SSC na aquicultura. Alguns países, como a Turquia e a Hungria, têm o potencial de atuar como fornecedores de tecnologia e assistência financeira. Outros são líderes regionais claros no campo da aquicultura, como Uzbequistão na Ásia Central ou Tunísia, entre os países do Magrebe, cujas soluções aplicadas, tendo em vista seus progressos significativos no desenvolvimento da aqüicultura, podem ser de interesse significativo para outros - principalmente os do mesma região, mas também para outras regiões.

Leia mais:

O objetivo deste relatório é apoiar o corredor de troca de conhecimentos sobre turismo rural que foi estabelecido dentro da iniciativa de parceria SSTC-ADFS, colocando gradualmente em prática, ampliando e replicando soluções de sucesso para o alívio da pobreza rural. Os nove países da iniciativa de parceria SSTC-ADFS representam o estado diverso, a importância, as direções e as perspectivas do turismo convencional e do turismo rural.

Leia mais:

O objetivo deste relatório, que foi iniciado dentro da iniciativa de parceria sobre Cooperação Sul-Sul e Triangular para o Desenvolvimento Agrícola e a Segurança Alimentar Aprimorada (SSTC-ADFS), é mostrar que os desafios e problemas agrícolas no Sul Global podem ser enfrentados e superados por soluções bem sucedidas presentes no Sul Global através de parcerias público-privadas (PPPs). O relatório destaca as soluções que foram desenvolvidas nesses países por meio de PPPs.

Leia mais:

Como os principais sistemas de produção agrícola em áreas secas, a pastorícia e o agropastoralismo apoiam a subsistência de 100 milhões a 200 milhões de pessoas em todo o mundo. Segundo o Banco Mundial, o número de pastores e agropastoralistas extremamente pobres pode variar de 35 milhões a 90 milhões. O maior número de pastores (mais de 40 por cento) vive na África subsaariana, enquanto 25 por cento vivem no Oriente Médio e Norte da África, 16 por cento no leste da Ásia, 8 por cento no sul da Ásia e 4 por cento cada um na América Latina e na Europa e Ásia Central.

Leia mais:

O principal objetivo deste relatório é fornecer uma visão ampla sobre como diferentes instituições apoiam o estabelecimento de organizações baseadas em agricultores. Introduz as melhores práticas em termos de custo-efetividade, replicabilidade, sustentabilidade e impacto nas comunidades locais, mulheres e jovens. Para este fim, foi realizado um estudo documental, incluindo bases de dados disponíveis on-line do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), o Banco Islâmico de Desenvolvimento (BIs), o Escritório das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul, incluindo a iniciativa de parceria. Cooperação Sul-Sul e Triangular para o Desenvolvimento Agrícola e Segurança Alimentar Reforçada (SSTC-ADFS), e outras fontes de dados disponíveis, tais como entrevistas com partes interessadas relevantes e melhor intercâmbio de conhecimento.

Leia mais: